Google Notícias, Veja como Cadastrar seu site.

Google Notícias, Veja como Cadastrar seu site.
5 (100%) 2 votes

O objetivo do Google Notícias é organizar todas as notícias do mundo para que elas sejam acessíveis a todos os usuários e oferecer a melhor experiência possível para quem procura informações jornalísticas úteis e atuais.

A capacidade do Google de cumprir esses objetivos depende diretamente dos sites incluídos no Google Notícias. Por isso, o Google tem algumas diretrizes para manter a imparcialidade e a consistência ao incluir sites.

Veja a seguir algumas diretrizes importantes antes de enviar seu site. Leia essas regras com atenção. Elas descrevem algumas das práticas que podem levar à remoção total de sites do índice do Google Notícias ou a ações algorítmicas ou manuais de spam que afetam o conteúdo. Os sites afetados por ações de spam podem deixar de aparecer nos resultados do Google Notícias.

Observação: só é possível incluir sites que sigam as Diretrizes para webmasters.

Se quiser conhecer mais sobre marketing, clique no link abaixo e conheça nossa escola de marketing digital.

Curso de Marketing Digital

Curso de Marketing Digital

Link para o curso: http://expertdigital.net/escola-online-expertdigital/

Requisitos técnicos

O Google Notícias é compilado por um algoritmo de computador que analisa todos os sites incluídos em nosso sistema. Para que seu conteúdo de notícias seja incluído no Google Notícias, o layout e o formato de seu site devem ser fáceis de ler e decifrar pelo nosso rastreador. Além disso, o Google estabelece determinadas restrições para garantir que nosso rastreador inclua somente links para URLs que são realmente artigos de notícias.

Verifique as diretrizes antes de enviar o site para inclusão no Google Notícias. Ao garantir que seu site esteja em conformidade com todos os nossos requisitos técnicos agora, você ajudará a evitar problemas com o site no futuro.

Como ser aprovado no Google Notícias

No artigo Por dentro do Google Notícias, o Google explica algumas exigências importantes que um site ou blog deve cumprir para ser exibido no Google Notícias. Vale a pena acessar o link para ver em detalhes as diretrizes.
Abaixo, estão algumas orientações importantes:
1. É necessário que você publique notícias em seu blog, que é o foco do serviço. Caso você tenha não apenas notícias em seu blog, mas também outros temas, você pode usar uma artimanha: crie um marcador chamado “noticias” (ele não pode ter acento, pois o Google Notícias não o aceita) e associe esse marcador às postagens referentes a notícias. Quando preencher o formulário, indique o endereço www.seublog.com/search/label/noticias na caixa “URLs das seções de notícias”;
2. Você deve possuir em seu blog uma página que ofereça aos visitantes uma forma de entrar em contato com você, mas que seja diferente de um formulário de contato. Pode ser um endereço físico de correspondência, número de telefone ou mesmo seu e-mail. Quanto mais informações houver, melhor. Essa página deve ser citada em “Local das informações de contato disponíveis em seu site”;
3. Deve haver outra página informando quem é a equipe por trás das notícias. Se houver mais de uma pessoa, é importante citá-las, dando o máximo de informações possíveis e dizendo o que elas fazem no blog (se são autores, editores etc.);
4. As notícias devem ser bem escritas, inclusive em questões de ortografia e gramática. Por isso, tome o máximo de cuidados de qualidade com os artigos que você submeterá ao serviço;
5. Evite o envio de publieditoriais, tutoriais, poesias e qualquer outro tipo de artigo que não sejam notícias.

Mostrar postagens ao Google Notícias

A má notícia é que não é tão simples colocar seu blog lá. Há algumas dificuldades a vencer:
Primeiro, abra sua fonte de notícias na Central do Editor do Google Notícias. À direita do nome da fonte e do URL, clique em Seções. Nessa guia, você verá as seções e os rótulos associados a cada seção (por ex.: “Tecnologia”).

Observação: quando você altera suas informações de fonte de notícias em nossos registros, pode levar até 24 horas para que elas entrem em vigor. Caso tenham se passado 24 horas e o impacto das mudanças ainda não tenha sido percebido, entre em contato com a equipe do Google.

Adicionar um URL de seção

Clique no botão Adicionar seção na parte superior da tela. Em seguida, em URL, insira o URL da sua seção, como http://www.example.com/technology. Também é possível selecionar um marcador de seção (no exemplo, “Tecnologia”) que melhor descreva a seção da sua publicação.

Observação: os URLs de seção da publicação devem estar no mesmo domínio do site principal, exceto no caso de canais do YouTube e feeds RSS do feedburner.com. Canais do YouTube e feeds RSS do FeedBurner requerem confirmação adicional. Entre em contato com o suporte para enviar esses tipos de seções para análise.

Editar um URL de seção

Clique no botão Editar à direita do URL de seção que você quer editar. Em seguida, atualize o URL ou os rótulos de seção. Por exemplo, você pode adicionar o rótulo “Tecnologia” à seção http://www.example.com/technology. Depois que você atualizar a seção, clique em Salvar para salvar as alterações.

Observação: alguns URLs de seção exigem confirmação adicional, como canais do YouTube e feeds RSS do Feedburner. Esses URLs têm o hiperlink “Para editar, entre em contato com o suporte”, não o botão Editar. Nesse caso, clique no texto do hiperlink para solicitar que o URL seja editado.

Excluir uma seção

Marque a caixa de seleção ao lado do URL de seção que você deseja excluir e clique no botão Excluir ativo na parte superior da tela. O rastreamento de seu site será interrompido dentro de alguns dias e você terá uma semana para mudar de ideia antes que a exclusão seja permanente. Se mudar de ideia após uma semana, ainda será possível adicionar uma nova seção.

Desfazer exclusão/restaurar uma seção

Caso exclua uma seção por acidente, é possível restaurá-la dentro de uma semana. Para fazer isso, marque a caixa de seleção ao lado do URL de seção que você quer restaurar e clique no botão Restaurar excluído na parte superior da tela.

Fonte: Google

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *